domingo, 30 de agosto de 2015

Ciclo da Cana-de-Açucar por Thiago de Oliveira

Cena do filme "Eu, Tu, Eles" de Andrucha Waddington

Afastada de tudo o que existe de civilizado nesse mundo, aquela infinitude verde seguia tingindo de vida o que outrora era árido e morto, mas que hoje se tornara úmido e pantanoso. Imensidão. Assim deviam de estar pensando os belos tuiuiús que, por acaso, sobrevoavam a plantação no exato momento em que esta cena foi inventada. Verde-ardume da paisagem, canavial sem-fim, imponente enquanto houvesse braços e lâminas que o sustentasse. Para quem?

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

A Puritana - Parte I

Cena do filme "Ligações Perigosas" de Milos Forman

Era época de festividades na corte inglesa, os períodos beligerantes haviam cessado e o país vivenciava uma prosperidade invejável.

Duquesa de Lancaster, mulher suntuosa e assertiva, terminava de cuidar das minúcias da tradicional festa de sua família. Todos os detalhes necessitam de uma precisão incorruptível! O imenso palácio abrigava uma infinidade de cômodos, corredores infindáveis e adornos luxuosos. Toda a opulência da aristocracia inglesa parecia estar contida naquele espaço. 

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Movimento

Cena do filme "Corra Lola, Corra" de Tom Tykwer


Corra!
Com todas as forças
Perca-se de vista
Vire poeira na ribanceira
Nem pense no que restou na pista

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

É difícil ficar zangada quando há tanta beleza no mundo

Cena do filme "O Profissional" de Luc Besson

Ela acredita na beleza, na sutileza de uma flor discreta. Ela respira amor e isola a dor para outras avenidas. Não há o que se preocupar, pois a vida é uma brincadeira que insistimos em brutalizar.